20 de out de 2010

Mais uma queima de bandeira na UFV

Na madrugada do sábado passando, foram queimadas as bandeiras da Via Campesina e do Movimento dos Trabalhadores Rurais (MST), que estavam hasteadas no gramado da Praça de Convivência da UFV. As bandeiras estavam na barraca de incrições do III Seminário de Questão Agrária. 

A atitude facista de queimar bandeiras de grupos oprimidos, que buscam um espaço dentro da universidade, está se tornando comum. O fato já aconteceu anteriormente com o grupo de diversidade sexual Primavera nos Dentes, que teve a bandeira do orgulho gay queimada.

9 de out de 2010

III Seminário de Questão Agrária

O que você vai fazer nos dias 14, 15 e 16 de outubro? Participar do III Seminário de Questão Agrária em Viçosa, MG (veja o folder, pdf) ? Boa escolha. Nesta terceira edição, as discussões da conjuntura política, econômica e cultural irão focar a Zona da Mata Mineira.







22 de set de 2010

Essa tal sustentabilidade!

  

   Na tarde do dia 21 de outubro, latas, tambores e as palavras de protesto chamaram atenção para o ato contra o Novo Código Florestal brasileiro em frente ao Departamento de Engenharia Florestal (DEF) da Universidade Federal de Viçosa. A manifestação começou no Barzinho do DCE e foi em direção ao DEF onde acontecia a abertura do VI Simpósio de Meio Ambiente, promovido pelo Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável (CBCN), com apoio da Empresa Júnior de Engenharia Florestal e patrocinado por empresas como CEMIG, Suzano, Fibria entre outras empresas que pregam a tão falada “sustentabilidade”.

1 de set de 2010

Vamos dar limite a quem não tem limite!

   Entre 1º e 7 de setembro o Fórum Nacional da Reforma Agrária e Justiça no Campo promoverá, em todo o Brasil, o Plebiscito pelo limite da propriedade rural. Mais de 50 entidades farão da Semana da Pátria e do Grito dos Excluídos, relizado todo 7 de setembro. E a Zona da Mata não ficará de fora dessa consulta popular, em Viçosa vão ser distribuidas urnas pela cidade e pela Universidade Federal de Viçosa para a votação. 

25 de ago de 2010

O Pessoal é Político

   A dica do Bangalô dessa vez é um documentário "Clandestinas". O vídeo aborda a tematica do aborto no Brasil, quem são as mulheres que o fazem, quais são as condições em que a prática do aborto é realizada e como isso é tratado na nossa constituição. É uma boa reflexão sobre a legalização do aborto no nosso país.
   O video foi o  trabalho de conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de São Paulo, em 2006 de Ana Carolina Moreno, militante da Marcha Mundial das Mulheres.


19 de ago de 2010

Encontro de Habitação Rural – MST, acontece em Viçosa

A habitação é um tema que influencia todo o Brasil, direta ou indiremante. Para os assentados de reforma agrária, que passam anos morando em barracos de lona, a habitação é um sonho urgente adiado pela burocracia.

Com o objetivo de trocar experiências sobre a luta pela construção de habitações nos assentamentos ruais, representantes do MST do Rio de Janeiro e da Zona da Mata de Minas Gerais participaram, nos dias 14 e 15 de agosto, em Viçosa, do “Encontro de Habitação Rural”.                          

11 de ago de 2010

Manifesto de apoio ao acampamento Dênis Gonçalves (MST)

Cientes de que as instituições federais de ensino superior devem orientar as suas atividades de modo a contribuir com o desenvolvimento social e econômico do nosso país, a Universidade Federal de Juiz de Fora, a Universidade Federal de Viçosa e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais manifestam que não se furtarão em cumprir com seu compromisso....

10 de ago de 2010

Plantas medicinais e qualidade de vida

Plantas medicinais e qualidade de vida. Estes são termos relacionados a uma compreensão da saúde de forma ampla (que leve em consideração o equilíbrio entre corpo e mente) e também é o nome do ciclo de palestras que aconte nos dias 16, 17 e18 de agosto no Auditório da Fitotecnia da UFV.

5 de ago de 2010

Seguiremos em Marcha!

   De 19 a 22 de agosto acontece o I Curso de Formação Feminista no Centro de Tecnologias da Zona da Mata(CTA), em Viçosa. O curso se propõe a estabelecer diálogos sobre a atualidade do debate feminista e da necessidade de construção de uma sociedade livre da opressão machista às mulheres, entre a comunidade feminina universitária e mulheres organizadas em sindicatos e organizações sociais de toda a região e do estado de Minas Gerais. 

3 de jul de 2010

Doc Verdade: documentários para um mundo mais justo

A dica do Bangalô deste mês não é um livro e não é um filme, é um blog. O Doc Verdade (@docverdade) disponibiliza para download "documentários para um mundo mais justo".

21 de jun de 2010

Um dedo de prosa entre estudantes e acampados

   Durante os dias 1 de maio a 10 de junho se realizou na Universidade Federal de Viçosa a “Campanha de Arrecadação de Alimentos e Agasalhos para Acampados da Reforma Agrária”, uma parceria dos vimentos Sociais com o Programa TEIA e a Assessoria de Movimentos Sociais da UFV.

26 de mai de 2010

Moradia para quem precisa - entrevista com Joviano Mayer, das Brigadas Populares

A dica do Bangalô de Flores deste mês é uma produção caseira. Disponibilizamos uma entrevista com Joviano Mayer, integrante da "Frente de luta pela reforma urbana" da organização política Brigadas Populares.

16 de mai de 2010

Bangalô de Flores vence Expocom

O blog Bangalô de Flores vence na categoria Produção Editorial e Produção Transdisciplinar, modalidade Blog, o expocom sudeste de 2010. O evento, que faz parte do XV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste (INTERCOM), aconteceu nos dias 13, 14 e 15 de maio em Vitória, a capital capixaba. 


12 de mai de 2010

Um arco-íris de esperança

O que começou com um grupo de discussão sobre a homofobia em um evento promovido pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Viçosa (UFV), hoje é um grupo constituído que atende pelo nome de Primavera nos Dentes, e tem muita visibilidade na luta que trava diariamente contra a homofobia na sociedade. 

Primavera nos Dentes presente na marcha Nico Lopes de 2009/imagem retirada do www.primaveravicosa.blogspot.com

26 de abr de 2010

A luta ainda continua!

   O Bangalô de Flores divulgou no dia 25 de março a nota referente a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na região de Juiza de  Fora, MG. O Bangalô visitou o acampamento Dênis Gonçalves do MST. Por lá, entrou-se em contato com a área da sede da fazenda Fortaleza de Sant´Anna, a antiga casa de máquinas e a antiga senzala, simbolo da exploração sofrida pelos negros a séculos atrás. (fotos da visita no nosso perfil no Dzai.
   Confira a entrevista com Edilei, uma das lideranças do MST no acampamento.

14 de abr de 2010

As Boas Mulheres da China

  A dica do bangalô dessa vez é o livro "As Boas Mulheres da China". Escrito pela jornalista chinesa Xinran que entrevistou mulheres de diferentes idades e condições socias no anos de 1989 a 1997, para coompreender a condição feminina na China moderna.



7 de abr de 2010

Lucro versus sonhos

Sites de grandes e renomadas construtoras privadas são os primeiros nomes que vem a tona quando se realiza uma busca no google por “Minha casa, minha vida”. O polêmico programa de construção de habitações populares do governo é uma das obras previstas pelo PAC (Programa de Aceleração de Crescimento), lançado em 2007. O projeto, que prevê a construção de 1 milhão de casas populares com um investimento total de mais de 34 bilhões de reais, abriu inscrições em Viçosa até o dia 30 de abril, com o intuito de prover habitação para 132 famílias da cidade.  

28 de mar de 2010

Movimento Dos Sem Água

Ao abrir meu e-mail hoje fui surpreendida com algumas fotos. Cerca de 140 pessoas em um mutirão de limpeza da represa do bairro Pires, município de Congonhas, MG. Os moradores ficaram sem água potável por diversas ocasiões devido a deslizamentos de terras na nascente de água que abastece a região. O problema teve início com a construção de uma estrada que ligará a Mina do Engenho à BR 040. A obra é da empresa Namisa (mineradora de ferro) e tem o objetivo de facilitar o acesso à àrea de mineração.
(obs: A estrada chegará até a serra de Congonhas que está em degradação, veja as fotos)

foto de P. Souza

25 de mar de 2010

Mais uma cerca do latifúndio é rompida em Minas Gerais*


*Nota (em pdf) divulgada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra  (MST) - Zona Da Mata, MG

Nós, trabalhadores e trabalhadoras rurais do MST - Zona da Mata, anunciamos que nessa madrugada rompemos a cerca do latifúndio “antiga fazenda Fortaleza de Sant’Anna”, localizada  em  Goianá.  Munidos  de  laudo  do  INCRA,  que  declara  a  fazenda  como improdutiva, ou seja, não cumpridora de sua função social, contamos com a solidariedade de todo o povo mineiro.

22 de mar de 2010

Diário de uma marchante

Dia 8 de março, Largo do Rosário, Campinas, milhares de mulheres de todo o Brasil inauguram a 3ª ação internacional da Marcha Mundial das Mulheres (MMM). Cerca de 2 mil militantes vindas da cidade, do campo e da floresta; mulheres jovens, adultas e idosas, trabalhadoras rurais e urbanas, lésbicas e estudantes foram para as ruas com o desejo que as une: o de transformar o mundo para transformar a vida das mulheres.

5 de mar de 2010

Dia Internacional das Mulheres






Ao entrar no Banco Itaú, nesta quinta feria, fui surpreendida. Após ser atendida pelo gerente da agência, ganhei dois esmaltes: um rosa e outro laranja. No saquinho de embrulho a seguinte frase esclarecia o motivo de um presente tão específico: “Você é tão especidal que merece um dia só seu. Merece também este presente feito para você – Feliz dia da mulher”

Nada contra unhas pintadas, mas convenhamos, associar o dia em que tecelãs de Nova Iorque foram duramente reprimidas pela polícia ao organizarem uma greve pela redução da jornada de trabalho, à estética, é no mínimo desrespeito.

Neste ano acontece a 3ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres (MMM) no Brasil, com o tema: “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres”. Entre os dias 8 e 18 de março, cerca de 3 mil mulheres vão marchar de Campinas à São Paulo, como descreve o blog "Maria Mulheres em Movimento":

Serão dez dias de caminhada, em que marcharemos pela manhã e realizaremos atividades de formação durante à tarde. A marcha será o resultado de um grande processo de mobilização dos comitês estaduais da Marcha Mundial das Mulheres, que contribuirá para sua organização e fortalecimento. Pretendemos também estabelecer um processo de diálogo com as mulheres das cidades pelas quais passaremos, promovendo atividades de sensibilização relacionadas à realidade de cada local.

As mulheres da Marcha Mundial das Mulheres da região de Viçosa organizam amanhã (sábado dia 6 de março) um bazar na praça matriz Silviano Brandão às 9:00h, com o objetivo de arrecadar fundos para a ação em São Paulo.

Outro evento que acontece em Viçosa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher é o "Fórum Mulher Mostre a Sua Cara!", organizado pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFV, gestão "Agora só falta você". O debate será na segunda feira, dia 8 de março. Entre os vários debatedores convidados para o fórum não está incluída nenhuma representante da Marcha Mundial das Mulheres, o que é estranho para um evento que se propõe a resgatar o histórico de luta da mulheres. 

E atenção: Thais Faria, blogueira do Bangalô de Flores, participará da marcha em São Paulo e fará a cobertura para vocês via twitter. Fiquem ligados!

5 de fev de 2010

Autonomia inca

Viajar pelo Peru através dos confortáveis ônibus peruanos é um respiro de comodidade, depois de se passar 10 dias andando em transportes apertados e desconfortáveis na Bolívia. Logo se percebe a diferença entre a infraestrutura urbana dos dois países, as cidades e casas são construídas e organizadas de maneira semelhante a que nos acostumamos a ver no Brasil. Os costumes, odores e sotaques mudam instantaneamente ao se cruzar um pequeno muro de pedra com oficiais que carimbam seu passaporte.

2 de fev de 2010

Turismo cultural ou mercantilização da cultura?



A caótica La paz vai ficando para trás, dando lugar à uma planíce povoada de casas de adobe, com presença de pastores, ovelhas e llamas. Eis que surge, ao lado esquerdo da estrada, um mar de água doce, num azul tão forte, que penetra nos olhos, invade a alma e provoca um deslumbramento sobrenatural. Neste momento não duvidamos que o Lago Titicaca foi formado a partir das lágrimas do deus Viracocha (ou Inti).


Lago Titicaca /foto de Lívia Alcântara

22 de jan de 2010

Posse de Evo Morales em Tiwanaku



Tiwuanaku/foto de Lívia Alcântara

A posse de Evo Morales, ontem em Tiwanaco, foi uma festa carregada do simbolismo andino. Para o jornal, de direita, La Prensa a bençao ancestral realizada se contrapoe à contituiçao laica. O que se viu foi os mais diferentes grupos culturais e políticos presentes e festejantes. Hoje, o presidente toma posse em La Paz, com a presença de importantes líderes de outras naçoes, como os presidentes do Chile, Equador, Paraguai e Venezuela e o prícipe da Espanha Felipe Bordón. Na praça principal da cidade, praça Murillo, o povo comemora desde às 8:30 horas da manha.

Fotos de Elder Barbosa e Lívia Alcântara - Posse de Evo Morales em Tiwanaco - 21 de janeiro de 2010

Tiwuanaku/fotos de Lívia Alcântara


Elder Barbosa e Lívia Alcântara


Postagens recentes: viagem Bolívia - Peru:



20 de jan de 2010

Evo, sí

"Evo sí"

"Evo de nuevo"

"Evo y el pueblo. Juntos somos millones"


Extasiados pelas mais belas e altas montanhas que nossos olhos já conheceram, começamos a subir a Cordilheira dos Andes com destino a La Paz. Casas simples, construídas de pedras e sapé indicam que, por mais improvável que pareça, as montanhas sao habitadas. O ônibus vai subindo, subindo e aparecem alguns pastores guiando suas lhamas para os campos mais verdes, em meio às mais variadas frases de apoio ao presidente Evo Morales. As mensagens, que explicitam o apoio ao atual governo, sao escritas nas montanhas, nas pedras e nas próprias casas dos moradores da regiao.
Mensagens de apoio a Evo/Foto de Elder Barbosa


13 de jan de 2010

Cochabamba: o oriente se aproxima

Ao chegarmos em Cochabamba, temos a impressao de que realmente estamos em outro país: com seus costumes, indumentárias e cheiros próprios. A cidade, que se situa a 2558 metros acima do mar, é uma das mais importantes cidades do país e capital do departamento de mesmo nome.

10 de jan de 2010

A dualidade de Santa Cruz de la Sierra

Santa Cruz de la Sierra é a cidade mais populosa da Bolívia, com cerca de 1,5 milhoes de habitantes. A proximidade com a fronteira brasileira permite que o clima seja muito similar ao do nosso país.

Ao chegar à cidade, vindo de Puerto Quijarro, percebe-se que nao há muita diferença para as avenidas que levam às grandes cidades do Brasil, exceto pelas placas em espanhol. Muitas oficinas fazem "cambio de aceite" (óleo de carro), e os restaurantes oferecem "pollo" (frango) das mais variadas formas, pollo ao horno e ao espieto sao as mais populares. O que é bastante curioso é a grande quantidade de carros chiques e importados nas ruas.


Santa Cruz de la Sierra/foto de Eder Barbosa

8 de jan de 2010

Informalidade a la boliviana

Chegar a Bolívia nao é muito díficil. Uma viagem de 22 horas em um confortável ônibus com direito a água e ar condicionado. O choque cultural começou com o grito do motorista, quando adentramos a fronteira boliviana em Puerto Quijarro: "É preciso carimbar os documentos".

À nossa frente, avistamos uma tempestade de areia e um amontoado de pessoas dispostas a entrar ou sair da Bolívia. Utilizavam de um espanhol rápido e informal, que nao estavámos acostumados a ver nas salas de aula. Depois de conseguir um papelito azul no grito, bastou preenchê-lo à mao, em letra de forma e carimbá-lo. Simples assim, sem que o policial conferisse nossa identidade e a carteira de vacinaçao internacional.

6 de jan de 2010

Pachamama

Pachamama (resenha em word) é um filme sobre o deslocamento, o ato do deslocamento possibilita se pensar, se ver como pessoa, como artista, como país. Nesse sentido, também é um filme sobre o Brasil através das realidades do Peru e da Bolívia.” Esta frase, de Erick Rocha (entrevista com o cineasta em word), filho do grande cineasta Glauber Rocha e diretor (câmera e montagem) do filme ‘Pachamama’, define bem o espírito da próxima aventura do Bangalô de Flores.

Nós, Elder Gomes e Lívia Alcântara e , começamos hoje uma viagem real de três semanas pelas terras bolivianas e peruananas. E o que esta viagem tem a ver com o Bangalô de Flores? Assim como Che Guevara compartilhava com seu amigo Alberto Granada, na viagem que fez da Argentina até a Venezuela, a inquietude e o espírito sonhador, vamos expressar, em palavras, para vocês, nossos sentimentos, anseios e vivências na Bolívia e no Peru.

Vamos trazer para os leitores a situação histórica (leia a entrevista com o vice presitente boliviano Álvaro García Linera) singular encontrada na Bolívia, em que depois de séculos de dominação, os indígenas estão buscando sua autonomia na figura do atual presidente Evo Moraléz, juntamente com os movimentos populares que ganham gradativamente mais força em nosso subcontinente. Já no Peru, o encontro é com nossos ancestrais incas, que viram sua civilização milenar desmoronar com a chegada dos espanhóis a 500 anos atrás, marcando o inicio de nossa histórico de exploração.

Temos um roteiro inicial e curiosidades a saciar, mas só o caminhar vai nos dizer realmente para onde vamos e o que vamos encontrar. Na mala, levamos pouco dinheiro, recomendações quanto aos males da altitude, alguns biscoitos e muitos sonhos. Sairemos hoje de São José dos Campos, SP, vamos de ônibus até a fronteira Puerto Quirraro – Puerto Suares (Brasil – Bolívia). O destino final é Machu Pichu. A algumas horas de pegar o ônibus, o frio na  barriga é a única sensação que sentimos.

Roteiro planejado:
São José dos Campos – Puerto Suares
Puerto Suares - Santa Cruz de la Sierra  
Santa Cruz de la Sierra
Santa Cruz de la Sierra - Cochabamba
Cochabamba - La Paz
La Paz
La Paz - Copacabana
Copacabana (isla del sol/luna)
Copacabana – Puno – Cuzco
Cuzco
Cuzco – Machu Pichu

Retorno (?): possibilidade de retornar por Potosí ou ir até Ayacucho e Lima

Dica do Bangalô: Torrent para o filme "Pachamama", de Erick Rocha aqui! Áudio em potuguês BR.



Elder Barbosa e Lívia Alcântara
 
Creative Commons 2009-2010 Bangalô de Flores. Powered by Blogger Criado por Deluxe Templates. Adaptado por Lílian Alcântara e Lívia Alcântara