28 de dez de 2009

Do vestibular à educação de qualidade para todos

No próximo ano, o "Cursinho Pré-Vestibular Popular da UFV"* trará uma novidade. O fortalecimento do “grupo” Ética e Cidadania, que tem como proposta articular e desenvolver os três princípios que norteiam a ação do cursinho: educação popular, autogestão e interdisciplinaridade. Ética e cidadania, apesar de constar como uma disciplina na grade curricular do cursinho, tem o objetivo de ir além da disciplina, “de estar como um todo no cursinho”, como explica Marcio Carvalho, que é  graduando em história e ex estudante do cursinho popular de Passos. Hoje, Marcio é educador de dois cursinhos populares: o da UFV e o cursinho (do município) de Paulo Cândido.

23 de dez de 2009

Questão de Liberdade

Neste final de ano o Bangalô de Flores traz dois presentes!

Os documentários “Seja Marginal, Seja Herói” e “Todas as cores da Liberdade” trazem, a partir do recorte da década de 60, uma discussão dos mais variados aspectos da Liberdade, cultural, político, artístico e comportamental.

Ambos foram feitos pelos estudantes do sexto período do curso de Comunicação Social da UFV, como trabalho final da disciplina de "Temas Contemporâneos de História", ministrada pela professora Patrícia Lopes.

Confira cada um dos documentários.

17 de dez de 2009

Problemas no solo do assentamento Olga Benário (MST)

A voçoroca é um fenômeno geológico que abre grandes buracos de erosão no solo, por ocasião das chuvas e da escassez de vegetação no local. O buraco pode chegar a proporções gigantes, impedindo que se plante ou se crie qualquer animal na região afetada. O assentamento Olga Benário localizado no município de Visconde do Rio Branco, e vinculado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), sofre com esse problema há alguns anos.

8 de dez de 2009

Projeto Popular

A Assembléia Popular (AP) de Minas Gerais se reuniu neste final de semana em Belo Horizonte nos dias 5 e 6 de dezembro, para a “Plenária Estadual dos Lutadores e Lutadoras do Povo – Assembléia Popular - Mutirão por um novo Brasil”. O objetivo era fortalecer e articular as organizações que constroem as APs por todo o estado. Estavam presentes as APs de Juiz de Fora (Comitê Central Popular), de Montes Claros, de São João del Rey, a da educação ligada ao MSU(Movimento dos Sem Universidade), a de Viçosa e a Assessoria de Movimentos Sociais da UFV. O encontro também preparou as organizações e entidades para o ano de 2010 em que será realizado a II Assembléia Popular Nacional.


5 de dez de 2009

Bangalô de Flores continua em movimento

O final do período letivo chegou. Nós, Elder Barbosa, Lívia Alcântara e Thais Faria, estudantes do Curso de Comunicação Social da UFV, estamos concluindo a disciplina de "Preparação de Revisão de Originais Multimídia", ministrada pelo professor Carlos d´Andrea, da qual o projeto Bangalô de Flores faz parte.

Foram quase quatro meses de informações sobre os movimentos e organizações sociais da Zona da Mata Mineira.Trouxemos para vocês notícias da criação da Turma Especial de Agronomia para Assentados da Reforma Agrária na UFV. Fizemos denúncias, como a situação dos atingidos pela barragem Barra da Braúna, em Laranjal. Disponibilizamos no blog um vídeo produzido por estes próprios atingidos, mostrando o antes e o depois da construção da barragem. Tratamos de temas polêmicos como a homofobia, o feminismo e o aborto. Resgatamos o trabalho da Assembléia Popular do bairro de Nova Viçosa em busca de um projeto popular para o Brasil.  Mostramos como está se organizando a juventude em Viçosa e o movimento negro na Zona da Mata. Divulgamos a resistência camponesa contra o agronegócio. E criamos, no mês passado, a coluna Dica do Bangalô, com indicações de livros, filmes e poesias.

Além do blog, criamos o twitter: @bangalodeflores, que possibilitou passarmos informações para vocês de forma rápida, como na divulgação do ato homofóbico de queima da Bandeira do Orgulho Gay, que aconteceu durante Marcha Nico Lopes. Existe também o orkut do Bangalô, onde você confere fotos dos eventos protagonizados pelos movimentos e organizações sociais da Zona da Mata Mineira.

Com a importância que este trabalho ganhou, não poderíamos abandoná-lo. Mesmo com o fim da disciplina, o Bangalô de Flores continua em movimento.

Como todos sabem, temos pela frente três meses de férias. Preparamos para vocês uma excursão por outros países. Vamos conhecer outros movimentos e organizações sociais em janeiro. Aguardem!

Qualquer sugestão mande e-mail para bangalodeflores@yahoo.com.br
 
Creative Commons 2009-2010 Bangalô de Flores. Powered by Blogger Criado por Deluxe Templates. Adaptado por Lílian Alcântara e Lívia Alcântara